Google Analytics – Aprenda como Configurar em seu Site.

Tempo de leitura: 10 min

Escrito por Cristian Pessoa - Marketing PRÓ Afiliado

O Google Analytics é uma ferramenta de extrema importância para monitorar e analisar um negócio digital.

O seu objetivo é extrair dados relevantes para as suas estratégias de marketing digital.

Tal monitoramento, é feito através de códigos de rastreamento que são inseridos em seu site.

A princípio, trata-se de uma ferramenta gratuita.

Além disso, o site do Google Analytics pode ser integrado a outros serviços do Google, como o Ads e o Search Console.

Ele disponibiliza dados como:

  • O perfil de quem acessa o seu site
  • Páginas mais acessadas
  • Taxas de conversão
  • E outros dados relevantes para a sua estratégia.

Ou seja, o Google Analytics te dá acesso ao tráfego, identificando as principais fontes para que você otimize estes canais.

Assim, com essas informações, você consegue traçar estratégias on e offline de forma mais consistente para o seu negócio.

Bem como, acompanhar os resultados digitais em tempo real.

Neste artigo, vamos ensinar como:

  • Instalar o Google Analytics
  • As suas configurações básicas
  • Como gerar código de acompanhamento
  • Como automatizar os relatórios da plataforma.

MAS ANTES, O QUE VOCÊ ACHA DE TER UM ROBÔ QUE VENDE NO PILOTO AUTOMÁTICO PARA VOCÊ? CONHEÇA O ROBÔ AFILIADO!!

Robô Afiliado é bom

Por que fazer a configuração do Google Analytics?

IMG2 - Google Analytics

Se você é novo no mundo dos sites e métricas, deve estar se perguntando: O que faz o Analytics ser tão bom?

Antes de mais nada, o Google Analytics responde a toda e qualquer pergunta sobre o tráfego do seu site.

Logo, oferecendo maior clareza sobre o comportamento do seu público.

  • Quem é o público que acessa?
  • Em qual página o público passa mais ou menos tempo?
  • Qual é o ticket médio das compras que as pessoas realizam?

Portanto, em tempos de consumo on-line crescente, esse tipo de informação é primordial.

Primeiros passos

IMG3 - Google Analytics

Antes de tudo, para começar a sua jornada no Google Analytics, você vai precisar de uma conta do Google.

Ou seja, recomendamos que você crie uma conta profissional e de uso exclusivo para os assuntos do site.

Ela será utilizada enquanto esse domínio existir.

Código de Acompanhamento

IMG4 - Google Analytics

O código de acompanhamento é a ponte entre o seu site e a conta do Google Analytics.

Logo, você deverá adicioná-lo ao código das suas páginas para no futuro poder rastreá-las.

Posteriormente, falaremos sobre esta instalação.

A princípio, para gerar o código de acompanhamento do Google Analytics, siga o passo a passo:

  1. Vá até o site do Analytics e clique no botão superior direito “Criar uma conta” ou faça o login se já tiver uma conta gmail.

2. Faça o login e clique em Inscreva-se.

3. Preencha esta nova página com as informações sobre o seu site para que o código possa ser gerado corretamente:

  • Em “O que você deseja acompanhar?” : selecione Website ou Aplicativo.
  • “Nome da Conta”, coloque o nome que identificará a conta, como por exemplo “E-commerce X”.
  • “Nome do Website”, insira corretamente o nome do site.

Se você tiver um domínio para cada segmento do seu site, especifique “Site do e-commerce X B2B” e “Site do e-commerce X B2C”;

  • Em “URL do site” coloque o endereço do site a ser analisado. Aqui é o endereço geral e não o de uma página específica.
  • Categoria do setor não é uma opção obrigatória, mas é legal selecioná-la para ter melhores insights no futuro.
  • O Fuso Horário também não é obrigatório, mas a sua configuração correta irá te ajudar (e muito!) a analisar os hábitos de navegação dos visitantes.
  • Em “Configurações de compartilhamentos de dados” você permite que seus dados sejam analisados pelo Google e especialistas.
  • Leia com atenção e assinale as melhores opções para você e para a sua empresa.

4. Aceite os termos.

Pronto!

Você gerou o código de acompanhamento do seu site, dessa forma já pode trabalhar com ele.

Instalação do Código

IMG5 - Google Analytics

Lembra que falamos sobre adicionar o código de acompanhamento nas páginas?

Agora é a hora.

Antes de tudo, verifique se você tem acesso à edição do seu website.

Você encontra essa informação em: “Acesso” > “Acesso ao WordPress”, ou qualquer outro sistema de gerenciamento de conteúdo.

Entretanto, caso não tenha, solicite essa permissão ou trabalhe em parceria com quem tem acesso ao back-end do seu site.

Essa pessoa é o desenvolvedor do seu site ou app, ou alguém da equipe de TI.

Em seguida, com o acesso em mãos, vá a página do Google Analytics e copie o código “Acompanhamento de website”.

Depois disso, siga o passo a passo:

  1. Faça o login no WordPress ou abra o código HTML do seu site.
  2. Em gerenciadores de conteúdo como o WordPress, acesse Aparências > Editar, caso tenha outra plataforma, acesse o arquivo “index.html”.
  3. Insira o código “Acompanhamento de website” copiado no topo do site logo antes de </head> no HTML.

E pronto!

Achou o passo a passo complicado?

Saiba que existem dois plugins que podem facilitar este trabalho.

O Insert Headers and Footers, por exemplo, adiciona scripts extras tanto no header quanto no footer do seu site ou blog.

Para o caso deste código, você deverá adicionar no header.

Já o Google Analyticator é um dos plugins mais famosos para a instalação do Analytics, com mais de 3.5 milhões de downloads.

SEU SONHO É APROVEITAR SUA VIDA COM LIBERDADE DE TEMPO, DINHEIRO, LOCAL  E TUDO QUE O MARKETING DIGITAL PODE TE PROPORCIONAR?

ASSISTA AO VÍDEO E CONHEÇA O TREINAMENTO FÓRMULA NEGÓCIO ONLINE QUE TE ENSINA A MONTAR UM NEGÓCIO DO ABSOLUTO ZERO E FATURAR MILHARES DE REAIS TODOS OS MESES!

Como Usar? Configurações Básicas

IMG6 - Google Analytics

Agora, vamos começar a configuração inserindo o código de acompanhamento em todas as páginas do seu site.

Com todas as páginas “codificadas”, é só aguardar.

Os dados começam a ser coletados em 24 horas.

Vale lembrar, que o Google Analytics possui inúmeras possibilidades e quanto melhor configurado ele estiver, mais dados estruturados ele é capaz de gerar.

Dica de ouro:

Há um canal no Youtube da própria ferramenta com dicas e cursos sobre o Analytics.

Você também pode acessar o suporte do Google e buscar as respostas que procura.

Automatizando Relatórios

IMG7 - Google Analytics

Agora que você já adicionou o código em todas as páginas do site, é hora de ir atrás dos relatórios.

Sabemos que o Google Analytics oferece várias métricas, além disso, permiti combinar a visualização de campanhas, metas, eventos, entre outros.

Contudo, quando correlacionadas podem gerar resultados ainda mais claros para o Marketing Digital.

Logo, os relatórios automatizados do Google Analytics existem para suprir essa necessidade.

Sendo assim, você seleciona as informações a serem correlacionadas e o Analytics resolve essa tarefa.

Primeiro passo para começar a criar Relatórios

IMG8 - Google Analytics

Primeiramente, para começar a criar relatórios no Google Analytics, precisamos criar uma pasta no Google Drive.

Em seguida, com a sua conta no gmail ativa, você tem acesso a esta ferramenta.

Vamos supor que o nome da pasta seja “Empresa X”.

  1. Abra essa pasta e crie uma nova planilha dentro dela. Salve.
  2. Agora clique na engrenagem no canto superior direito da pasta do Drive e depois em “Settings”.
  3. Quando a janela abrir, vá até “Manage Apps” e clique em “Connect more apps”.
  4. Vá até a parte de busca e digite script . Depois, clique em “Connect” para o Google Apps Script.
  5. Agora crie um script da mesma maneira que você criou uma planilha. Não se esqueça de que ele deve estar dentro da mesma pasta criada anteriormente.

Em seguida, é hora de habilitar a API do Google Analytics.

O API nada mais é, que um conjunto de padrões que permitem a criação de plataformas de maneira mais prática.

Habilitando a API do Google Analytics

IMG9 - Google Analytics

Antes de tudo, abra o Script criado e vá em Resources (no topo da tela) > Advanced Google Services.

  • Na janela aberta, ative o Google Analytics API. Basta clicar em “off” para que “on” seja ativado.
  • Vai surgir uma mensagem para habilitar o serviço Google Developers Console. Clique no link deste aviso e digite analytics no campo de busca dessa nova página.
  • Selecione “Analytics API” e clique em “Enable”.

Enfim, está tudo pronto para você de fato desenvolver o relatório!

Criando um relatório no Analytics

IMG10 - Google Analytics

Antes do desenvolvimento, você deve entender quais são os passos a serem realizados pelo script para a montagem deste relatório.

Ou seja, vamos supor que a ideia é buscar as cinco páginas mais acessadas nos últimos 30 dias e listá-las em uma tabela.

Além disso, queremos saber o tráfego de cada uma nos 30 dias anteriores. Também queremos que essa variação apareça em uma terceira coluna.

Para o caso desta hipótese, passaremos por 6 etapas:

  1. Acesse a API do Google Analytics e extraia as páginas mais acessadas no blog;
  2. Detecte quais são as cinco páginas mais acessadas;
  3. Busque os acessos dessas páginas nos 30 dias que antecedem;
  4. Calcule a variação no tráfego;
  5. Insira os dados na planilha;
  6. Configure um gatilho para executar este código periodicamente.

Em seguida, vamos escrever o código que dará origem a este relatório:

Para extrair os dados que queremos, utilizamos a função a seguir:

Onde:

  • “Tabled” é o valor referente ao perfil de acesso à conta.
  • “StartDate” é a data do início do período dos dados coletados.
  • “EndDate” é a data final deste período.
  • “Metric” são os valores referentes às métricas a serem analisadas
  • “Option” é o objeto com algumas opções de busca.

Por fim, chegou a hora de inserir os primeiros códigos.

Vamos começar configurando o período da busca.

Como o Analytics utiliza a formatação americana (yyy-mm-dd), utilizaremos uma função para ajustar a data que queremos.

Logo, vai ficar assim:

No final deste código utilizamos o Logger.

Ele imprime os valores que podem ser lidos em View > Logs.

Em seguida, é hora de inserir a função para coletar dados do Analytics:

Aqui definimos as variáveis para os parâmetros que escolhemos e criamos o objeto com as ações.

Ou seja, aqui utilizamos a função que o Apps Script oferece para acessar a API.

Por fim, vamos passar os valores para uma tabela e imprimir.

Para inserir os resultados na planilha, adicionamos este código no final da função anterior:

Neste código, acessamos a planilha com o Spreadsheet App.

Para isso, basta inserir a url da planilha criada para o projeto (aquela que está no Drive).

Com a planilha salva em uma variável, definimos qual aba utilizaremos. Neste caso, será Sheet 1.

Ainda com a aba selecionada, criamos uma variável com o range dos dados da tabela.

Ele é definido pela posição da primeira célula (linha+coluna) e depois com o tamanho em linhas e colunas.

Tais tamanhos, foram obtidos pela propriedade “length” da variável, a qual contém os valores.

Agora é a vez de coletar os valores do mês anterior.

De antemão, vamos repetir o processo dos dados do último mês, alterando as datas de início e fim dos períodos.

Logo, vamos usar uma nova data two Months Ago.

E então faremos uma nova requisição para o GA:

Como estes resultados estão em uma ordem diferente, devemos fazer uma busca para cada linha da tabela que queremos analisar.

Aqui criamos um loop que passa em cada linha e procura se a página é a mesma em todos os novos resultados.

Caso seja, este loop adiciona valor à linha e também uma variação de posição do mês anterior ao mês atual.

Por fim, devemos alterar a primeira linha da tabela editando a linha onde definimos.

Ela vai de:

 para:

Agora é só inserir a sequência a seguir no final do código para adicionar estes novos dados na tabela.

Atualize a planilha e veja os resultados!

Para que o seu código seja executado periodicamente, clique no relógio do menu do Apps Scripts e depois em “adicionar novo trigger”.

Selecione qual função e com que frequência este relatório deve ser executado.

Agora você tem um relatório personalizado e automatizado!

Faça experimentos com as funções e adapte o código às suas necessidades.

Conclusão

Por fim, o Google Analytics é a ferramenta ideal para decolar o Marketing Digital da sua empresa.

Ou seja, ele é autoridade, gratuito e permite o uso de inúmeras funções.

Porém, se sentir dificuldade na hora de automatizar os relatórios, peça ajuda a um profissional e observe.

Logo, o processo pode ser mais simples do que você imagina.

EBOOK GUIA DEFINITIVO DO MARKETING DIGITAL PARA AFILIADOS DO ZERO AO AVANÇADO(GRATUITO)

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR!

E-book Gratuito
Como Criar Seu Negócio Online do Zero! Passo a Passo.

 

Este livro digital já foi baixado por mais de 1 milhão de pessoas. É o ponto de partida de centenas de histórias de sucesso na internet.
 
Nele você aprende em detalhes o que funciona hoje para ter seu negócio online, mesmo que você seja iniciante e não tenha conhecimento nenhum. 
100% livre de spam.

Você Leia também: também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário




Seja o primeiro a comentar!

UM ROBÔ QUE FAZ VENDAS PARA VOCÊ ENQUANTO DORME

NÃO SAIA SEM VER ISSO OU VOCÊ VAI PERDER A MAIOR OPORTUNIDADE DA SUA VIDA!!

AGORA VOCÊ PODE ALAVANCAR AS SUAS VENDAS OU COMEÇAR UM NEGÓCIO DO ZERO NA INTERNET

ATRAVÉS DE UM ROBÔ DE VENDAS QUE JÁ ESTÁ PRONTO PARA USAR

MESMO QUE VOCÊ NÃO TENHA UM PRODUTO.