E-mail Marketing: o que é, tipos, importância e muito mais!

Tempo de leitura: 19 min

Escrito por Cristian Pessoa - Marketing PRÓ Afiliado


O e-mail marketing é uma ferramenta essencial para o mercado digital, inclusive para o
marketing de afiliados. Muitos acreditam que essa comunicação já se tornou ultrapassada, e que não é mais possível obter bons resultados com ela. Mas, a verdade é que o e-mail marketing ganha força a cada dia e é uma das melhores opções para quem quer entrar em contato com seus clientes.

Se você ainda tem dúvidas sobre o e-mail marketing e sua eficácia, neste post você poderá ter todas as suas dúvidas respondidas. 

Quer conferir? Então, continue a leitura. 

 

Mas antes de continuar, quero te fazer uma pergunta!! Você está cansado de tentar fazer venda e não conseguir uma sequer?

Pensando nisso eu trouxe a solução que muitos “especialistas do Marketing” escondem de você!

Essa solução se chama Robô Afiliado!

Veja esse vídeo e tenha em suas mãos a ferramenta que mais vende no Marketing Digital!

O que é e-mail marketing?

O e-mail marketing, ou publicidade por correio eletrônico, é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto, respeitando normas e procedimentos pré-definidos.

Através dele, é possível analisar o retorno gerado por meio de relatórios e análises gráficas de campanhas cada vez mais otimizadas. Apesar de não ser uma forma de comunicação recente, o e-mail ainda é uma das melhores escolhas que você pode fazer para se comunicar com o seu público-alvo e os seus clientes. 

Ele é um dos canais estratégicos que mais se encaixa em diversas áreas, podendo funcionar para diferentes tipos de públicos e objetivos.

Em meados de 2024, o número de pessoas que utilizam o e-mail deve passar dos 4,4 bilhões, de acordo com levantamento feito pela empresa Radicati. De acordo com o estudo, a quantidade de e-mails enviados pode ultrapassar os 361 bilhões. 

Imagina só quantas pessoas você pode impactar com seus e-mails? E te ajudaremos a chegar lá. 

O e-mail marketing não morreu e nem vai

Por que digo isso com tanta propriedade? 

Porque hoje você não consegue comprar absolutamente nada na internet sem uma conta de e-mail. E sabemos que o e-commerce e o Marketing de Afiliados estão bombando, não é mesmo?

As pessoas vão comprar cada vez mais pela internet e consumir conteúdos através de seus e-mails. Isso ocorre devido a popularização dos smartphones no Brasil — com preços mais em conta — e a qualidade do 4G melhorando.

Outro ponto importante é que os navegadores e sistemas operacionais seguem mais preocupados com a experiência do usuário, bloqueando anúncios interruptivos. Com isso, o Marketing de Conteúdo e o Inbound Marketing ganham destaque e a publicidade passa a ser trabalhada no formato de conteúdos relevantes.

Quem aqui não baixou um e-book ou já se inscreveu para participar de um webinar?

Por isso, produtor e afiliado, precisam direcionar os seus esforços para a construção de listas de e-mails de pessoas qualificadas para utilizar o seu produto e/ou serviço e, depois disso, se relacionar com esses contatos.

Para captar e-mails, já escrevemos um post bem completo falando da Importância de ter boas páginas de vendas no marketing de afiliados. Construir a sua autoridade e procurar engajar com esse público deve ser o seu objetivo. 

Apesar da popularidade das mídias sociais como Instagram, YouTube, LinkedIn, WhatsApp, Telegram, entre muitas outras, não podemos nos dar ao luxo de não ter o domínio sobre nossos contatos ou seguidores.

Nós já vimos que essas ferramentas podem, do dia para a noite, banir uma conta com mais de 1 milhão de seguidores e você ter que recomeçar do zero caso não siga a política ou termos de uso e receba muitas denúncias.

E é por isso que trouxemos aqui tudo o que você precisa saber sobre e-mail marketing.

Por que vale a pena usar o e-mail marketing?

Quando dizemos que esta estratégia de marketing está longe de ter os seus dias contados, se deve ao fato de que há uma série de facilidades que ela apresenta.

Se ela não apresentasse resultados positivos, nem fosse eficiente, já teria morrido há anos. Entretanto, o que leva uma empresa a investir nessa estratégia nos dias de hoje? 

Vamos mostrar abaixo alguns dos motivos de por que essa opção ainda vale a pena a ser utilizada — e muito!

Custo x Benefício

Segundo pesquisa, uma empresa brasileira de médio porte envia por mês cerca de 200 milhões de e-mails por mês. Portanto, pense agora no gasto que ela teria se tivesse que comunicar com os seus clientes via telefone?

Um dos motivos que ainda mantém o e-mail marketing usual é justamente esse: a relação de custo x benefício. É muito barato enviar e-mails e qualquer outra forma de contato, certamente geraria um custo bem maior para a empresa.

Facilidade

É muito mais fácil disparar e-mails do que utilizar outra forma de contato. Se a empresa tivesse que telefonar, o seu gasto seria bem maior. Além disso, teria que contar com um funcionário dedicado somente para essa tarefa.

Como se isso não bastasse, as pessoas cada vez têm menos tempo para falar ao telefone. Se o meio de comunicação fosse este, o seu cliente poderia estar ocupado, recusar a ligação e vocês nunca mais se falarem.

Com a chegada de um e-mail, este mesmo cliente pode estar ocupado, mas receberá sua mensagem para ler em um momento mais adequado.

Sendo assim, o e-mail marketing é mais conveniente do que uma ligação.

Conectividade

O aumento dos dispositivos que se conectam na internet cresce vertiginosamente. Sendo assim, cada vez fica mais fácil as pessoas terem acesso à rede mundial de computadores.

Uma pesquisa aponta que o brasileiro gasta, diariamente, 9 horas e 14 minutos navegando na Internet através de qualquer dispositivo.

No entanto, sabemos que a maior parte desse tempo é gasto com redes sociais. Porém, ninguém fica o dia todo somente no Facebook, Instagram e etc. Por isso, mais cedo ou mais tarde, esta pessoa vai verificar a sua caixa de e-mails e eis verá o e-mail disparado por você ou sua empresa.

Disponibilidade em fornecer o contato

Quase todos os sites do mundo pedem que você registre o seu e-mail para utilizar as suas funcionalidades. Sendo assim, as pessoas já se habituaram a fornecer o e-mail.

Por isso, fica muito mais fácil conseguir uma lista de contatos para disparar as suas campanhas de e-mail marketing. Enquanto as outras formas de se comunicar são consideradas pessoais pelas pessoas, o e-mail já é habitual de ser fornecido.

Maior facilidade em conseguir medir o retorno

Se você trabalha com e-mail marketing já sabe que ele é uma das formas mais fáceis de mensurar a taxa de conversão. Existem ferramentas de marketing digital que podem te ajudar com a gestão destes dados.

Porém, é importante que você mesmo saiba como funcionam algumas métricas. É muito mais fácil acompanhar quantos e-mails enviados relacionados à venda de um determinado produto, de fato, se converteram em vendas.

Por isso, o e-mail Marketing segue sendo uma das principais estratégias do marketing digital. É preciso que você sempre tenha em mente que esse mercado exige estar sempre atualizado.

E-mail Marketing x Redes Sociais

O que leva a maioria das pessoas a pensarem que o e-mail marketing está com os dias contados é o crescimento das redes sociais. É inegável que nessas redes a comunicação se dá com muito mais velocidade e fluidez.

Mas o que a maioria das pessoas não pensa é que, em qualquer rede social utilizada, o endereço de e-mail é solicitado.

Portanto, a cada novo usuário das redes sociais, seguramente é um novo e-mail já cadastrado ou criado para este fim. O que já perdeu força, foram as conversas informais via e-mail. Antigamente era comum que se estabelecesse diálogos via e-mail. Entretanto, isto ocorria justamente pelo fato da inexistência das redes sociais.

Hoje o e-mail é utilizado para confirmar pedidos em aplicativos, informações bancárias e corporativas. Portanto, pode se dizer que ainda é uma das melhores formas de se comunicar com o seu cliente.

Tipos de e-mail marketing

O e-mail marketing possui uma variedade de formatos, podendo atender a diversos objetivos e públicos. 

Abaixo, você poderá conferir alguns dos tipos mais utilizados.

Comerciais

Esse é o tipo de e-mail onde é utilizado mensagens visuais e objetivas. Nele, você precisa conquistar o usuário pelo visual para que, assim que o usuário o abrir, consiga identificar a oferta.

É uma forma simples e prática de fazer com que as suas ofertas cheguem até os seus leads e clientes. Ele abrange as promoções que a sua marca desenvolve e produz.

Faça com que a promoção esteja destacada, utilize cores com gatilhos mentais e se possível coloque um CTA. Você pode também apresentar mais promoções em um só e-mail, a fim de prender a atenção do usuário.

Newsletters

As newsletters são e-mails informativos, para que os usuários fiquem mais próximos da sua marca. 

Quando um usuário assina a sua newsletter é um sinal de que o seu conteúdo é interessante e possui qualidade para o que ele está buscando. Por isso, esse tipo de e-mail é ideal para alimentar os seus leads, pois pode ser que eles ainda não estejam prontos para tomada de decisão. 

Esse formato de e-mail também é muito utilizado para divulgar notícias, dicas e artigos que interessam o usuário. 

Quer um exemplo bacana? A Monetizze possui uma newsletter do blog, onde divulgamos nossos conteúdos e também oferecemos um momento para que você possa descontrair e conhecer algumas curiosidades. 

Quer fazer parte? É só fazer a sua inscrição no lado direito desta página.

Automação

Os e-mails automáticos são aqueles que buscam se diferenciar dos outros. O objetivo é criar um relacionamento com o cliente e, caso necessário, trazê-lo de volta enviando um novo e-mail com um desconto ou com uma mensagem.

A automação é algo muito importante no mercado digital e, principalmente, para o e-mail marketing. Então iremos te explicar melhor do que se trata.

A automação de marketing é um conjunto de ações que podem ser programadas para serem realizadas de forma automática através de ferramentas de automação de marketing.

Vamos dar um exemplo. Você está em casa jogado no sofá, zapeando pelo Instagram. Aí vê um anúncio de um e-book que é do seu interesse e ao clicar é direcionado para uma Landing Page.

Você dá uma conferida e resolve preencher o formulário para fazer o download do material. Assim que você clica em “Quero baixar”, é direcionado a uma página agradecendo o interesse pelo e-book e já recebe o material diretamente na sua caixa de entrada.

Você já se perguntou como tudo isso acontece? Pois é, automação de marketing!

Após adquirir o seu e-book você passa a receber um e-mail por semana. Imagina o trabalho que iria dar se precisasse de uma pessoa sempre que isso acontecesse? Viu só como ela pode fazer a diferença no seu negócio?

Agora, vamos seguir para o nosso último exemplo de tipos de e-mail marketing.

Transacional

Esse tipo de e-mail é direcionado para determinadas ações do consumidor. Podemos citar alguns exemplos como:

  • mudança de senha;
  • aviso de entrega;
  • término de contrato;

Esses são apenas alguns exemplos, uma vez que e-mails transacionais são mais fáceis de serem abertos, pois o consumidor está no aguardo daquele contato.

Caso ele não seja enviado, pode decepcionar o cliente levando a perda da compra e da fidelidade. Esses e-mails servem também como forma de apoio ao seu cliente.

Como planejar e fazer campanhas de e-mail marketing

O primeiro ponto que você precisa planejar são as suas campanhas. Existem mil e uma maneiras de você trabalhar com essas campanhas através do e-mail marketing. Olha só alguns exemplos que trouxemos neste post:

  • datas comemorativas;
  • newsletters ou assinatura de conteúdo de blog;
  • convites para eventos;
  • venda de produtos/serviços;

O importante aqui é você se planejar.

Crie um calendário de datas comemorativas durante o ano todo que faça sentido você abordar no seu nicho.

E crie um planejamento de ações como indicamos no segundo item da lista abaixo.

  • Preparação;
  • Planejamento;
  • Criação;
  • Gestão dos contatos.

Se você vai trabalhar em equipe, é preciso definir uma pessoa para cada um destes passos ou verificar se uma pessoa pode assumir mais de um tópico dentro de cada item.

Preparação

  • Definição de equipe;
  • Plataforma de envio;
  • Orçamento.
1. Definição de equipe 

Defina se você consegue delegar tarefas para profissionais capacitados, como a criação de uma arte ou a extração de uma base segmentada do seu CRM.

2. Plataforma de envio

Existem muitas plataformas no mercado, das gratuitas ou com algumas funcionalidades pagas até as mais completas. Escolha a que tenha o melhor custo benefício para você e o momento que seu negócio se encontra.

3. Orçamento

Defina quanto você tem de orçamento, seja para pagar as pessoas envolvidas no processo, seja para você otimizar tempo e contratar uma ferramenta mais completa e com funcionalidades mais adequadas para facilitar a sua vida.

Planejamento

  1. Persona;
  2. Definição de ciclos de envios e ações;
  3. Frequência e sazonalidade;
  4. Objetivos e metas.
1. Persona

Não tem como fugir.

Sempre que você precisar fazer qualquer ação, seja no marketing digital ou de afiliados, você precisa conhecer e entender bem o comportamento do seu cliente em potencial. Para isso, precisa definir a sua persona.

Este é um trabalho mais estratégico e se você puder, escolha o profissional mais experiente da sua equipe.

2. Definição de ciclos de envios e ações;

Você precisa definir o que é mais adequado para o seu negócio: enviar um e-mail por semana para toda a base ou enviar dois e-mails por semana para bases distintas?

Faça um checklist para ver todas as atividades que precisam ser feitas para que ninguém esqueça de nada.

3. Frequência e Sazonalidade;

Já falei que você precisa criar o seu calendário de envio de acordo com as datas que faz sentido você trabalhar com o seu produto.

Logo, defina uma frequência e garanta que todas as ações definidas no tópico anterior sejam cumpridas à risca.

4. Objetivos e metas;

Nenhum planejamento está bem feito se você não decidir o que deseja e o que é sucesso para você em sua campanha.

Defina quantas vendas precisa ter, quantos e-mails na sua base, taxa de abertura e qual o engajamento médio das suas campanhas.

Este é o primeiro passo para você pensar em otimizar estes resultados.

Criação

  1. Remetente, assunto, pré header;
  2. Diagramação e codificação;
  3. Call to action;
  4. Otimização mobile;
  5. Landing pages.

O item 2 e o 4 requerem um conhecimento um pouco mais específico e aprofundado. Sugiro você ter um profissional de web designer no time ou usar templates prontos de ferramentas para não se preocupar com isso. Já os itens 1,3 e 5 o mesmo profissional que faz o planejamento pode colocá-los em prática.

Se você estiver num mundo ideal, defina o profissional que entenda de copywriting para criar estes textos.

Gestão dos contatos

  1. Métodos online de captação;
  2. Métodos offline de captação;
  3. Parcerias de envio;
  4. Segmentação;
  5. Normalização de bases;
  6. Validação.

São muitos itens nesse tópico para abordar com profundidade cada um deles.

Então, pense em landing pages para eventos online e eventos offline levando em consideração as características de cada público.

Você pode sim criar parcerias com empresas, mas lembre-se de deixar claro já no início da parceria que quem se inscrever nesta ação será abordado pelas duas empresas. Elas precisam dar este consentimento e estarem cientes que a ação é uma parceria entre marcas, certo?

Para uma boa campanha de e-mail marketing funcionar você precisa de bons contatos. Segmentar a sua base por interesses ou produtos é importante, pois quanto mais organizada e segmentada for a sua base, melhor serão os seus resultados.

Imagina você enviar informações de um produto de uso feminino para homens? A chance de a campanha dar certo é muito baixa.

Agora, se você enviar um e-mail para homens dizendo como eles podem encantar as suas mães ou esposas com este produto, usar uma linguagem e apelos direcionados para aqueles que querem presentear mulheres, as suas chances aumentam muito!

Viu só como funciona?

Métricas

Como falamos, o e-mail pode ser considerado um anúncio publicitário e para isso você precisa entender algumas coisas básicas:

  • Entrega;
  • Taxa de abertura;
  • Taxa de cliques;
  • Vendas.

Vamos falar um pouco mais sobre cada tópico a seguir!

Entrega

Vai mostrar a qualidade da sua base.

Se você enviar a sua campanha para mil contatos e somente 10% receber, será um resultado terrível para a sua campanha. É preciso trabalhar com bases em que os contatos se inscreveram para receber o seu conteúdo e a taxa de entrega deve ser acima de 95%.

Várias ferramentas iniciam o envio com um teste e se a taxa de e-mails inexistentes for alta, a ferramenta já barra o envio para você tratar essa base.

Existem ferramentas que fazem o teste para saber se o e-mail é válido ou não e tem outras que até corrigem caso o e-mail possua algum erro de digitação como o E-mail Tester.

Taxa de Abertura

Aqui você vai começar a medir o nível de engajamento da sua base. O remetente e o assunto são os elementos principais que vão influenciar nesta métrica.

Uma boa taxa de abertura gira em torno de 20%. Acima disso, já é considerado uma taxa de abertura muito boa.

Mas é comum termos campanhas bem estruturadas com 40% de taxa de abertura. Você precisa entender que quanto menor a base que você estiver enviando os seus e-mails, maior será a chance de a taxa de abertura ser alta.

Por isso a importância de segmentar e conseguir ser o mais pessoal possível e com um título super atrativo.

Taxa de Cliques

Uma vez que o seu e-mail foi entregue e aberto, deve gerar o clique no CTA no seu conteúdo. O ideal é não colocar mais de um objetivo em cada e-mail. Por isso, foque no link ou no CTA e já deixe claro onde o leitor deve clicar.

Na média, a taxa de cliques em campanhas de e-mail gira em torno de 3%, mas, é comum, em algumas campanhas, termos 10 ou até 15% de cliques no CTA.

Vendas

É o objetivo de todo empreendedor, não é mesmo?

Lembre-se que as suas campanhas precisam gerar vendas. Toda a sua comunicação deve ser estrategicamente pensada para chegar neste objetivo.

Você deve ter percebido que temos um funil. Muitos e-mails entregues, alguns menos abertos, poucos cliques e menos vendas ainda.

Este é o seu objetivo, otimizar as suas campanhas para ter o máximo de vendas possíveis.

Teste A/B

Como falei lá no início do post, você precisa testar o que funciona com o seu produto, com os seus leads e nas suas campanhas.

O que você precisa tomar como lei, é o seguinte:

Sempre altere um único elemento quando for realizar qualquer teste. Se você alterar mais de um elemento, como irá saber qual deles melhorou ou piorou?

Então você pode testar:

  • número de e-mails num fluxo;
  • diferentes remetentes;
  • mudar o assunto;
  • alterar o texto do CTA;
  • alterar cor do botão de CTA;
  • colocar o CTA em um botão ou num link normal de texto;
  • posição do CTA (início, meio ou fim do e-mail)
  • e-mail com ou sem imagem;
  • com cabeçalho e rodapé ou sem;
  • Com personalização ou sem;

São realmente muitas opções de testes que você pode fazer em uma campanha ou também nos e-mails de fluxo de automação.

Boas práticas

Encare e-mails como anúncios publicitários. Eles precisam ser atrativos desde o assunto para se destacarem em nossas caixas de entrada e serem clicados. Eles precisam ser leves e curtos e, principalmente, ter um objetivo muito claro!

Evite ao máximo colocar 2 ou 3 objetivos em um único e-mail. Você precisa direcionar o leitor a realizar exatamente a ação que você deseja.

Para isso, vou colocar aqui os principais elementos que você deve focar para o seu e-mail ser um sucesso de conversões.

Remetente e assinatura

Evite ao máximo criar e-mails genéricos, como equipe, atendimento ou o pior de todos: [email protected]. Nós gostamos de falar com pessoas.

Então, defina se será o CEO da sua empresa que irá assinar toda a comunicação por e-mail do seu produto ou se será um especialista ou um responsável pelo marketing.

Torne o seu e-mail pessoal! Inserir uma foto com o cargo e perfis de mídias sociais de quem está enviando também é super recomendável.

Assunto

É o seu anúncio publicitário na caixa de entrada dos seus possíveis clientes.

Lembre-se, todos nós recebemos muitos e-mails e muitas vezes coisas que não são interessantes, de empresas que só querem vender sem se preocupar se estamos realmente interessados ou não.

Use a criatividade aqui. Insira emojis, procure usar gatilhos mentais e instigar a curiosidade para que o seu e-mail seja clicado e aberto. 

Se isso não acontecer, a sua campanha ou fluxo de nutrição vai por água abaixo. Fique atento para o número de caracteres no título, se a mensagem corta ao abrir pelo celular ou não.

Procure criar assuntos entre 35 e 70 caracteres e teste enviando o e-mail pronto para o seu celular para ver como receberá a mensagem.

Dica: insira uma variável de nome no campo do assunto para o seu e-mail ter o nome da pessoa ou da empresa. Estudos comprovam que essa personalização bem feita aumenta a taxa de abertura de e-mails.

Cabeçalho, rodapé e imagens

Como falei, você precisa testar sempre. Às vezes, e-mails sem nada, somente texto, funcionam muito bem por parecerem enviados por pessoas normais, no caso de um fluxo de nutrição.

Em outras, criar uma identidade visual para o e-mail, para o seu lead identificar a sua empresa ou produto numa campanha, tem um resultado melhor.

Uma coisa muito importante é o tamanho das imagens no seu e-mail.

Salve as imagens otimizadas para web, com poucos kbytes para que o seu e-mail seja leve e bem fácil de carregar inclusive em conexões lentas no celular. Nunca deixe o seu e-mail com mais de 500 kbytes.

Crie imagens atrativas, diferentes do normal. Um belo exemplo é criar gifs animados para chamar a atenção para o conteúdo do seu e-mail.

CTA

O call to action é muito importante, pois é ele que vai fazer com que o seu leitor realize a ação que você planejou no e-mail. A dica de ouro é evitar ordens, como comprar agora, fazer o download, entre outras opções.

O texto do botão deve ser bem específico e antecipar o benefício que a pessoa vai ter. Por exemplo, no e-book de diabetes que citei nos parágrafos anteriores, o CTA ideal seria: 

Quero eliminar a diabetes da minha vida!”

Faça com que o seu leitor ache que é ele quem está tomando a decisão, mas, na realidade, é você quem está direcionando ele a tomar a ação planejada.

Conteúdo

Procure ir direto ao ponto quando for criar e-mails. Deixe-o agradável de ler. Use frases curtas e destaque o mais importante em negrito.

Coloque o call to action logo no início do e-mail e deixe os argumentos ou maior parte do conteúdo abaixo dele.

Conclusão

Você acabou de conferir um conteúdo completo sobre e-mail marketing. Falamos sobre o que é, a sua importância, detalhamos alguns dos principais tipos e muito mais!

Com essas informações você já é capaz de começar a planejar o seu fluxo e campanhas de e-mails para alcançar os seus objetivos.

Gostou deste post? Assine a nossa newsletter e continue nos acompanhando por aqui! 

Até logo!

 

Ahh, e me siga no meu Instagram @cristianpessoamkt e aproveite meus conteúdos por lá também! Tem sempre novidades e você pode se inspirar para crescer o seu Instagram e aumentar suas vendas!

Compartilhe o Aplicativo com os seus amigos para me ajudar a crescer cada vez mais e trazer conteúdos ainda melhores para você.

Quer saber como acelerar o seu negócio através da internet? CLIQUE AQUI e assista ao vídeo que transformou minha vida e me fez ter a liberdade de viajar quando eu quiser, ajudar os meus pais e principalmente, realizar meus sonhos!.

E-book Gratuito
Como Criar Seu Negócio Online do Zero! Passo a Passo.

 

Este livro digital já foi baixado por mais de 1 milhão de pessoas. É o ponto de partida de centenas de histórias de sucesso na internet.
 
Nele você aprende em detalhes o que funciona hoje para ter seu negócio online, mesmo que você seja iniciante e não tenha conhecimento nenhum. 
100% livre de spam.

Você Leia também: também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário




Seja o primeiro a comentar!

UM ROBÔ QUE FAZ VENDAS PARA VOCÊ ENQUANTO DORME

NÃO SAIA SEM VER ISSO OU VOCÊ VAI PERDER A MAIOR OPORTUNIDADE DA SUA VIDA!!

AGORA VOCÊ PODE ALAVANCAR AS SUAS VENDAS OU COMEÇAR UM NEGÓCIO DO ZERO NA INTERNET

ATRAVÉS DE UM ROBÔ DE VENDAS QUE JÁ ESTÁ PRONTO PARA USAR

MESMO QUE VOCÊ NÃO TENHA UM PRODUTO.