Por que não se deve Comprar Listas de Email e sim Gerar Leads?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Cristian Pessoa - Marketing PRÓ Afiliado

Muita gente me faz a mesma pergunta: você vende listas de e-mail? A resposta da nossa equipe vai além do ‘não’. Para nós é importante explicar por que essa prática deveria ser evitada e como as empresas podem construir sua própria audiência. Diante de tantas ligações, decidimos fazer um artigo para falar a respeito.

Como tudo isso começou e qual é o problema?

Toda empresa quer vender mais e muitas delas viram no marketing digital uma oportunidade de aumentar a divulgação, com investimentos relativamente baixos. Antes do boom das mídias sociais, foi o e-mail marketing que caiu no gosto dos empreendedores e foi aí que a compra das listas de e-mail disparou.

Friamente, faria muito sentido: o empreendedor poderia comprar uma grande quantidade de e-mails por um valor simbólico. O pensamento era quase automático: no meio de tantas pessoas, com certeza alguém vai se interessar pelo meu produto.

A questão é que, apesar de sedutor, enviar centenas e até milhares de mensagens para pessoas com quem você nunca conversou está longe de ser uma atitude legal. Fica fácil pensar nisso se compararmos sua caixa de e-mail com a porta da sua casa. Chegar todos os dias e ter que jogar um monte de papeis no lixo é a última coisa que você gostaria de fazer. As pessoas que recebem e-mails de lugares que não gostariam pensam do mesmo jeito.

Para resumir, separamos os 3 problemas de quem insiste em comprar listas de e-mail:

  1. Black-list: é para onde seu e-mail vai se os servidores de e-mail identificam que você está tentando falar com as pessoas, sem o consentimento delas. Nesse caso, seu e-mail é bloqueado até para envios do dia a dia.
  2. Muitos erros: grande parte das listas compradas têm e-mails errados ou inexistentes. Ou seja, você está pagando por algo que não existe.
  3. Baixa eficiência: como aquelas pessoas nem te conhecem, a chance delas responderem é quase nula. A ferramenta de e-mail marketing serve para desenvolver um relacionamento, não como uma varinha mágica de vendas.

Listas de e-mail: como são recebidas pelas plataformas?

Com o passar do tempo, os servidores de e-mail perceberam esse mal estar entre empresas e usuários e ficaram mais inteligentes. O resultado foi uma divisão de mercado.

Como dissemos antes, quem insiste em utilizar listas compradas, de duas, uma: ou vê seu e-mail ser bloqueado, ou se decepciona com as entregas muito baixas. Isso acontece porque, para enviar um e-mail em massa, você precisa contar com plataformas que têm uma estrutura para isso.

Plataformas confiáveis e com boas taxas de entrega são aquelas que enviam menos spam. Ou seja, elas também são mais rigorosas. Nesses casos, elas questionam e investigam se as listas são verdadeiras e, se a resposta não for positiva, se encarregam de bloquear o disparo e negativar o e-mail de quem está tentando fazer o envio.

Já as plataformas que parecem mais ‘fáceis’ de serem utilizadas também costumam ser aquelas que entregam menos. Isso porque, por não serem tão rigorosas, elas também entregam muitos e-mails ruins e são desqualificadas pelos servidores.

Mas afinal, como conseguir e-mails então?

Pare de tentar. Parece simples, mas é verdade. Pare de tentar conseguir listas de e-mail. Assim como as curtidas, por si só, eles não pagam a conta. Você precisa gerar leads, se quiser encontrar potenciais clientes e é aqui que o verdadeiro marketing digital entra.

Quando o assunto é marketing, seu objetivo como empresa deve ser ir de encontro às necessidades e preferências do seu público. No digital, acontece da mesma maneira. Você não pode empurrar seu produto ou serviço para pessoas que nem se dispuseram a te ouvir, e achar que terá excelentes resultados.

A chave está em criar relacionamentos. Para isso, você pode (e deve) utilizar boas estratégias em mídias sociais, produção de conteúdo de qualidade, anúncios segmentados e materiais de recompensa. Nesse ambiente, é muito mais fácil adquirir a confiança das pessoas com quem você quer falar até chegar o momento certo de ‘vender seu peixe’.

Entender esse cenário é muito importante, ainda que você prefira terceirizar o serviço. Para saber como contratar uma agência, você precisa saber o que espera dela. Por isso é tão importante adquirir conhecimento. Nos dois casos, conte com a gente.

CONHEÇA O ROBÔ AFILIADO!!

Robô Afiliado é bom

E-book Gratuito
Como Criar Seu Negócio Online do Zero! Passo a Passo.

 

Este livro digital já foi baixado por mais de 1 milhão de pessoas. É o ponto de partida de centenas de histórias de sucesso na internet.
 
Nele você aprende em detalhes o que funciona hoje para ter seu negócio online, mesmo que você seja iniciante e não tenha conhecimento nenhum. 
100% livre de spam.

Você Leia também: também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário




Seja o primeiro a comentar!

UM ROBÔ QUE FAZ VENDAS PARA VOCÊ ENQUANTO DORME

NÃO SAIA SEM VER ISSO OU VOCÊ VAI PERDER A MAIOR OPORTUNIDADE DA SUA VIDA!!

AGORA VOCÊ PODE ALAVANCAR AS SUAS VENDAS OU COMEÇAR UM NEGÓCIO DO ZERO NA INTERNET

ATRAVÉS DE UM ROBÔ DE VENDAS QUE JÁ ESTÁ PRONTO PARA USAR

MESMO QUE VOCÊ NÃO TENHA UM PRODUTO.